Prefeitura lança campanha Julho Amarelo em Marataízes

A Prefeitura de Marataízes, por meio da Secretaria de Municipal de Saúde, lançou a campanha Julho Amarelo, que se prolonga durante todo o mês e se volta ao diagnóstico precoce das hepatites.

O objetivo é intensificar as ações no mês de julho, destinada à prevenção e ao diagnóstico precoce, visto que as hepatites são doenças silenciosas e que podem ser prevenidas em muitos casos.

Faça o teste
O teste rápido de Hepatite B e C é ofertado gratuitamente em Marataízes no Centro de Testagem e Aconselhamento – CTA, localizado nas Dependências da Farmácia Básica anexo à Secretaria de Saúde, localizada na Rua Amélia Maltashe, Edifício Itamaraty, na Cidade Nova, das 7h às 12h e das 13h às 15h, de segunda a sexta-feira. Não há necessitada de jejum. Além dessas patologias, o cidadão tem acesso aos testes de HIV e Sífilis, no mesmo local. 

Vacina
Em Marataízes, o Sistema Único de Saúde disponibiliza gratuitamente a vacina contra a hepatite B nas salas de vacinas das Unidades de Saúde da Barra, CAIC, Marataízes 1, Marataízes 2 e Lagoa Dantas, das 7h30min às 15h30min de segunda a sexta-feira.
A imunização só é efetiva quando se tomam as três doses, com intervalo de um mês entre a primeira e a segunda dose e de seis meses entre a primeira e a terceira dose.

O que é a doença?
As Hepatites B e C são inflamações no fígado causadas por vírus. A doença é silenciosa e perigosa. Portanto, ninguém pode ficar na dúvida: é preciso fazer o teste.

Vias de contágio
A Hepatite B é transmitida pelo esperma e secreção vaginal (via sexual) e pelo contato com sangue.
A transmissão do vírus da Hepatite C ocorre, principalmente, pelo contato com sangue. Os indivíduos que receberam transfusão de sangue e/ou hemoderivados antes de 1993 devem ser testados, pois são considerados de risco para essa infecção. A partir de 1993 passou a existir a testagem para as hepatites C nos bancos de sangue, o que tornou a doação sanguínea um ato muito seguro. A transmissão sexual é pouco frequente, ocorrendo principalmente em pessoas com múltiplos parceiros e com práticas sexuais de risco (sem uso de preservativo).

Sendo assim, a transmissão das Hepatites B e C pode ocorrer pelo compartilhamento de objetos contaminados como lâminas de barbear e de depilar, escovas de dentes, alicates de unha, instrumentos para uso de drogas injetáveis (cocaína, anabolizantes e complexos vitamínicos), inaláveis (cocaína) e pipadas (crack), uso de materiais não esterilizados para colocação de piercing e para confecção de tatuagens, através de acidentes com exposição a material biológico e procedimentos cirúrgicos, odontológicos e de hemodiálise, em que não se aplicam as normas adequadas de biossegurança.

Período de transmissibilidade da Hepatite B
A transmissão da hepatite B se estende de 2 a 3 semanas antes de aparecerem os sintomas, até o término da doença. Em caso de cronificação (tornar-se crônica ou permanente) o paciente permanece transmitindo a hepatite B.
Período de transmissibilidade da Hepatite C
A transmissão da hepatite C se estende de 1 semana antes dos sintomas até não ter mais carga viral detectável. Em caso de cronificação (tornar-se crônica ou permanente) o paciente permanece transmitindo a hepatite C.

Sintomas
Sintomas causados por hepatites virais; cansaço, dor abdominal, enjoo e/ou vômito, febre, tontura e icterícia.
É muito comum que pessoas portadoras de hepatites não apresentem nenhum sintoma. Caso ocorra são os mesmos das outras hepatites: falta de apetite, náuseas, vômitos, diarreia, febre baixa, dor de cabeça, mal estar, cansaço, dores no corpo, evoluindo para icterícia (amarelão) e dor abdominal.

Previna-se
Evitar a doença é muito fácil. Basta tomar as três doses da vacina, usar camisinha em todas as relações sexuais e não compartilhar objetos de uso pessoal, como lâminas de barbear e depilar, escovas de dente, material de manicure e pedicure, equipamentos para uso de drogas, confecção de tatuagem e colocação de piercings. O preservativo está disponível na rede pública de saúde. 
Além disso, toda mulher grávida precisa fazer o pré-natal e os exames para detectar as hepatites, a aids e a sífilis. Esse cuidado é fundamental para evitar a transmissão de mãe para filho. Em caso positivo, é necessário seguir todas as recomendações médicas, inclusive sobre o tipo de parto e amamentação.

Vacine-se! Proteja-se!

Data de Publicação: quinta-feira, 05 de julho de 2018

ACOMPANHE A PREFEITURA


Endereço:
Av. Rubens Rangel, 411 - Cidade Nova
CEP 29.345-000 - Marataízes